terça-feira, 7 de abril de 2009

...

Da fama à lama
Do espaço ao traço
Do amor à dor
Não são tênues passos
E singelas distinções?

Quem sabe um poeta do futuro
Una som e sentido
Significante e significado
Sem ser ele mal-amante
Sem ser ele mal-amado

Quem sabe o poeta do futuro
Elucubre a vida e o pensar
Sem sofrer ele mesmo mal-estar

Quem sabe ao poeta do futuro
Não lhe caiba apenas o monturo

Quem sabe o futuro?
Que sabem os poetas...?
Foi perpassando o muro
Que alcançaram suas metas...

Pandora trouxe
Pandora levou
Pandora, Pandora...



O que nos restou ?

2 comentários:

Meg disse...

"sobrou meu velho vício de sonhar"

Fernando Pimenta disse...

"sonhar... e idear... e assim criar... uma nova vida"