domingo, 14 de março de 2010

A Ti, Glauco


Ao querido cartunista Glauco
Villas Boas e seu filho Raoni.
Mais tupiniquins, impossível.


O verde mar azul,
Glauco, é teu arauto
O cenotáfio de Raoni
O alto e guerreiro tupi
Teu mais fiel companheiro

Desenhos teus eu vi, Glauco
E tão alto eu gargalhei
Me tomaram por doido, incauto
Eu não liguei

Glauco, tu moras lá no alto
Santo Daime l'ém cimão
Com São Cosme e Damião

6 comentários:

Edison Junior disse...

Geraldão ficou órfão...

Fernando J. Pimenta disse...

Ficou... e eu vou sentir falta do humor dominical.

Mari disse...

Oi Fernando,
Linda homenagem...vai fazer falta o humor dele!
Abraço
Mari

Fernando J. Pimenta disse...

Muito obrigado, Mari. Quero ver seu blogue também. Um abraço!

Joakim Antonio disse...

" Edison Junior disse...

Geraldão ficou órfão..."


E nós também...

Fernando J. Pimenta disse...

Disses tudo, Joakim: e nós também.