quinta-feira, 5 de março de 2009

Ángel

Tem pessoas que nos fazem ver a vida como ela é.

Mesmo sem saber que elas têm esse dom, elas de repente nos fazem crescer.

É curioso viver ao lado de tais pessoas: cada átimo, cada momento, cada segundo... viram unidades imesuráveis de tempo, o mais próximo do que eu poderia designar eternidade.

Ou essas pessoas são raras no mundo, ou só as encontramos quando estamos preparados.

Como é possível aprender tantas coisas em um tão curto espaço de tempo? Acho que já respondi essa questão: é a eternidade.

É uma aventura - que por ventura - nos marca.

É se sentir vivo, em chamas, até o fogo se apagar - abrindo espaço à reflexão. É ser apresentado ao gosto de viver, ao gosto de rir e de se divertir, sem precisar de muito.

Apenas aquela boa companhia.

Não. Não acontece todo dia.

É para se tornar único.

E belo.

;D you made me live.

And it's kept me alive.

I've learnt how to grieve.

In a tentative, unimaginable dive.

4 comentários:

Lucas Pascholatti Carapiá disse...

E com certeza você é um amigo que sempre me deu momentos como estes, cada conversa feliz, um amadurecimento e uma reflexão mais tarde!

Você disse tudo nesta postagem o que são as boas amizades!

Fernando Pimenta disse...

Hahaha... pois é! Isto é mútuo, Lucas.

- Cahhh disse...

Oi! Sou amiga do Lucas e ele me falou do seu blog. Estou passando aqui para fazer um social já que pretendo ser sua colega de faculdade (espero passar né!). Ahahaha, mentira, estou comentando para dizer que o blog está muito legal e você tem um talento incrível para escrever. Parabéns.

Carol

Fernando Pimenta disse...

Obrigado, Cá!

Como tudo que gostamos na vida, a tendência é aprimorar - a leitura é a melhor forma, sempre!

\O/