quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Mosaico Incompleto



Se necessário for
Com lágrimas compor
Um mosaico laico
A versar sobr'a dor

Do indivíduo humano
Dividido, insano
Em cor, religião
Raça e etnia

Sujeito ambiguamente
Ao ódio e ao amor
Sujeito, sempre
À máscara da dor

Por que tal misantropia
E tamanha raiva
O outro se atrofia
E nem a água lava
A imersa mágoa

Sequer a água leva
Em seu fluxo corredio
Essa dor primeva
No correr do rio

Tiritando de frio
O homem agachado
Esvazia o seu cantil
Num sorriso largo

O pote já vazio...
É senão o próprio fado.

6 comentários:

Edison Junior disse...

Gostei bastante desse.

Fernando J. Pimenta disse...

Que bom, Édison! Esse começou de uma maneira muito especial, pois eu comecei a cantá-lo por acaso, mas apenas os dois primeiros versos: "Se necessário for, com lágrimas compor..."

Wlamir (WROD) disse...

Adorei a imagem além do texto...

Fernando J. Pimenta disse...

Sim, Wlamir, a imagem é fabulosa. Esse artista russo tem uma habilidade inquestionável com seus mosaicos. Acesse o link que eu pus sob a foto, se tiver interesse nos demais trabalhos desse autor.

E fiquei muitíssimo feliz por encontrar uma imagem que batesse diretamente com o que eu dizia no poema, mas DI-RE-TA-MEN-TE. Com esse belo achado eu criei uma ambivalência, uma ambígua remetência, e isso me deixa extasiado. Pode ter certeza que não é um achado que se faz todos os dias.

Obrigado!

Joakim Antonio disse...

Um mosaico incompleto
Uma oração completa

Brilhante!

Fernando J. Pimenta disse...

Obrigado, Joakim. Isto me lembra que quero passar no teu blogue e vivo me esquecendo!