sexta-feira, 28 de maio de 2010

Haicai Insubmisso (VIII)

Caixa, caixinha, caixão
Neste caso ser tão grande
Não é uma boa opção

2 comentários:

Renato disse...

Contra nossa irrevogável mania de grandeza. Tão definitivo que é adágio! Um confronto à pequenez concreta do haicai. Haha!

Fernando J. Pimenta disse...

Hahaha... nem eu creio que fui capaz de pensar com uma simplicidade tão sincera e comovedora! Falta-me a simpleza sábia de Manuel Bandeira 99% do tempo, mas eis que de repente jorram três versinhos das profundezas sabedoras que guardamos tão lacradas dentro de nós, atadas a nós górgios!